Buscar
  • erikassuncao

Relatos de Pós-Juniores

Atualizado: 4 de set. de 2020





“O impacto da Pórtis na minha vida é o maior possível, totalmente positivo, me ensinou que, se a gente quer alguma coisa, realmente vale a pena ir atrás, sabendo que há um propósito e se acreditamos que faz sentido. Foi um dos maiores feitos que poderia ter realizado com o pessoal e a experiência foi realmente única.

“Eu entendia muito o propósito do MEJ (por ter vindo de outra EJ no Rio Grande do Sul) e não queria deixar de viver isso. E a ideia da Pórtis surgiu com esse sentimento também, unindo ao sentimento do pessoal do CAA que queria ter uma empresa júnior. Então, colocamos em prática o propósito e a questão de transformar a vida dos universitários a partir do empreendedorismo.

“Ter a oportunidade de mexer, desde a fundação até o quase estabelecimento da empresa, foi magnífico, pois a gente vê tudo de uma empresa, temos muita noção do que a maioria não tem. Saber como se abre uma empresa, mexer com documentação, gestão, liderança, coisa que muita gente não tem contato e a empresa júnior nos proporciona isso. A Pórtis me possibilitou colocar para fora a líder que existia em mim.

“A empresa júnior te dá uma grande vantagem no mercado de trabalho, pois te permite ter uma grande noção de como funcionam os processos seletivos das empresas, conhecer toda a parte de Marketing, Gestão de Pessoas, Projetos, além de ter acesso a cursos e treinamentos que a universidade não oferece. O contato com outras pessoas, conhecer pessoas novas, criar novos laços e amizades também são pontos muito fortes.

“Eu adoro esse sentimento de família que a Pórtis carrega, essa sensação de todo mundo estar junto e poder realizar várias coisas. Não gostava quando as pessoas não acreditavam no potencial da empresa ou quando os membros se sentiam ‘por estar’ na Pórtis e os outros não. Nosso propósito é fazer a diferença em Caruaru e região, o qual temos que levar adiante, aprender com isso e ensinar mais pessoas.”

Anna Caroliny - Fundadora e ex-presidente executiva em 2018



“Não tem como falar da Pórtis sem deixar claro o quanto ela mudou a minha vida. Mais que uma empresa júnior, na Pórtis eu encontrei pessoas incríveis que me mostraram um mundo de novas possibilidades e me ajudaram a entender a importância do propósito.

“Fazer parte da Pórtis foi uma experiência única e indescritível. Uma das experiências mais lindas e intensas de toda a minha vida. Mudei a forma de enxergar meu curso e o mundo. Descobri coisas sobre mim que nem fazia ideia. Só vivendo esse movimento pra descobrir toda a dedicação e paixão que envolvem o mundo empreendedor.

“Não se trata apenas de uma empresa, sim de um movimento. São pessoas construindo histórias, criando laços e movendo o mundo. Obrigada, Pórtis.”

Maria Gabriela - Ex-presidente executiva em 2019



"Fazer parte da Pórtis foi uma das melhores experiências que tive para minha formação como engenheiro civil. Além dos amigos e possíveis colegas de trabalho, a Pórtis me introduziu a prática de atuação de um engenheiro em campo. Tenho certeza que vou colher muitos frutos por ter tido oportunidade de fazer parte de uma empresa tão incrível!"

Jadson - Ex-assessor de projetos em 2019



“Eu fui um dos fundadores, no começo foi eu e Anna que fundou a Pórtis e uma das maiores vontades do nosso coração é que a gente pudesse de alguma forma alinhar teoria com a prática, fazer uma ponte entre a faculdade e o mercado trabalho. Porque a gente via que era muito distante essa realidade, e esse foi um dos meus intuitos. O que posso dizer é que a Pórtis e a experiencia de empresa júnior me transformou. Hoje sou empreendedor, tenho uma empresa de engenharia civil, que executa obra, faz projeto e eu também administro um curso de estruturas.

“Eu devo muito a Pórtis. O movimento empresa júnior é uma forma de você vencer muitos medos que você tem, e é como se fosse um ensaio, mas nem tanto pois também é real a empresa júnior. Ela abriu a minha mente para várias coisas, pois quando você entra em um ambiente onde todos ali querem de alguma forma empreender, você acaba respirando aquilo também, você acaba se tornando parte daquilo, então o meu eu empreendedor tem muito da Pórtis. Isso foi muito legal pois desenvolveu várias coisas em mim, como liderança, comunicação, proatividade, a habilidade de vender e a de fazer as coisas de fato.

“O movimento empresa júnior é algo que todos os estudantes da faculdade deveriam participar em algum momento, caso tenham a oportunidade, porque é algo que de fato a sua mente ela se desenvolva demais, pois você se desenvolve tanto como profissional como pessoa. Pra mim a experiência com a Pórtis foi isso, foi um grande divisor de águas na minha vida. Posso dizer que quando eu fundei a Pórtis, tudo que eu conquistei até hoje começou a partir daquela iniciativa. Agradeço a todos por darem a continuidade!”

Watner Wagner - Fundador e ex-presidente executivo em 2018



"Fazer parte da Pórtis foi uma experiência incrível! O Movimento Empresa Júnior (MEJ) me trouxe muito aprendizado e posso dizer que apliquei não só no contexto da formação acadêmica, mas em outras áreas da vida também. Só pela convivência com os membros no ambiente da empresa já me tornei uma pessoa melhor, e essa é uma de muitas coisas que poderia citar.

“Fiquei na empresa por um ano e meio, e durante o último ano tive a oportunidade de exercer o cargo de diretora de Marketing, onde aprendi muito sobre liderança. E olha, quero te dizer que a principal característica de um líder é servir, e que você não precisa estar num cargo mais alto pra ser um líder, vai muito além disso. Antes dessa história de Empresa Júnior (EJ) eu não sabia nem o que era isso. Estava de boas pagando as cadeiras do curso, quando chega a Pórtis e eu resolvo sair da zona de conforto e participar do primeiro processo seletivo. Confesso que minha intenção era ter contato com o mercado de trabalho e fazer projetos. Nunca imaginaria que o MEJ é muito mais do que isso, e só participando mesmo é que você realmente entende como é fazer parte de uma EJ.

“Sou muito grata por ter feito parte dos primeiros passos da história da Pórtis. Essa experiência me ajudou no crescimento pessoal e profissional, e também a definir melhor meus objetivos. Trabalhar juntos com o mesmo propósito nos tornou mais fortes, e o caminho durante a jornada foi o que nos fez crescer."

Hellen Xavier - Ex-diretora de marketing em 2019



Benefícios de participar da Pórtis:

Como aspirante do movimento MEJ de empresas juniores no Estado de Pernambuco, que acompanhou o surgimento e fortalecimento da Pórtis desde o seu início em outubro de 2017 até junho de 2019 devo recomendar essa experiência construtiva para todos os alunos de Engenharia Civil do CAA. Participar dessa empresa me proporcionou ver de perto o processo de funcionamento e dinâmica empresarial, foi realmente construtivo ver o dinamismo de todos os setores da empresa (Marketing, Gestão de Pessoas, Projetos, Setor Administrativo-Financeiro e Presidências). Antes de participar de uma empresa júnior eu não possuía muito conhecimento sobre o MEJ nem sobre o empreendedorismo, mas com um tempo fui aprendendo cada vez mais, apesar das minhas limitações pessoais relacionadas a integração da carga horária da universidade com a carga horária da empresa. Um dos pontos mais cruciais e importantes de fazer parte de uma empresa júnior, além, é claro, de apreender muito sobre o empreendedorismo e seu funcionamento na sociedade, foi a integração com pessoas de diferentes níveis de aprendizados e de diferentes períodos na faculdade que acabaram se tornando grandes amizades ao longo do tempo. Minha experiência como assessora do setor de gestão de pessoas me proporcionou conhecer novas pessoas tanto dentro da empresa, como as pessoas que participaram do processo trainee, e sou muito grata por ter conhecido todas essas pessoas que me ensinaram muito nesse período.

Aprendizados adquiridos com a Pórtis:

Apesar de sentir que eu ainda poderia ter aprendido muito mais com a empresa, que não dei completamente todo o meu potencial por completo e de que teria muito mais o que aprender com os outros setores da empresa, o espírito empreendedor e conhecimento de como funciona uma empresa em sua rotina foi crucial para mim. Aprendi como devemos fazer o controle de atividades de uma empresa, como elaborar atas de reunião e assembleias, de como os documentos são registrados em cartório, as certidões e o CNPJ são tão burocráticos, trabalhosos e necessários para uma empresa. Aprendi sobretudo de como a motivação é um item indispensável a uma empresa e como o processo trainee irá determinar completamente o futuro dela.

Pontos Fortes e Pontos Fracos:

Um dos pontos fortes da empresa foi a força de vontade e determinação de parte integrante da equipe que possibilitou o desenvolvimento dessa empresa, que me orgulha em dizer que cresce e crescerá muito mais pela ajuda dos integrantes do movimento MEJ e pelo potencial da equipe integrante. Outro grande ponto forte da empresa é o incentivo aos eventos e metas propostos pela FEJEPE, que são cruciais para o engajamento da equipe. Tive a oportunidade de participar do CIRANDA, que na minha opinião foi um divisor de águas para entender a proposta do MEJ, um evento que me proporcionou adquirir e trocar muito conhecimento. Um dos pontos mais fracos da empresa que se tornou mais expressivo para mim foi o engajamento entre os diferentes setores, muitas vezes cada um trabalhava em seu setor sem explanar por completo os conhecimentos e atividades para os outros membros da empresa, e isso em parte acontecia pelo fato de as reuniões, que apesar de serem muito produtivas, só forneciam um balanço geral de todos os setores pela falta expressiva de tempo. Esse fator foi observado no meu tempo no setor de Gestão de Pessoas, e dificultava muito o engajamento e conhecimento geral da empresa.

Cássia Gisele - Ex-assessora de gestão de pessoas em 2019



"Sem dúvida fazer parte de uma empresa júnior é um diferencial para qualquer estudante. Comigo não foi diferente, trabalhar na Pórtis me mostrou que o poder da ação está em nossas mãos.

“Fazer parte desse time unido e com um brilho no olhar que contagia qualquer um, me proporcionou momentos de alegria, emoção e muito desenvolvimento pessoal e como equipe.

“Visão empreendedora, inovação, comunicação, fazer parte de um time com o objetivo de crescimento, fazendo o melhor pela sociedade e que ainda te faz crescer junto no processo não tem preço. Valeu muito a pena, sempre serei grato."

Marcelo Carlos de Oliveira - Ex-diretor de projetos em 2018 e atual engenheiro da Pórtis







0 comentário

Posts recentes

Ver tudo